Conectar-se

Esqueci minha senha

Página no Facebook
Tópicos Recomendados
Últimos assuntos
» Ahzidal Ring of Arcana :melhor item de destruição
Sex Ago 11, 2017 4:18 pm por Saron Vacun

» Próximo game da série TES
Dom Jul 30, 2017 6:23 pm por Qahnaarin

» Próximo game da série TES
Qua Jul 26, 2017 12:03 pm por Raffitos666

» Estudo de Necromancer incompleto
Dom Maio 07, 2017 4:48 am por Saron Vacun

» Lista de Mods que você precisa ter em seu jogo
Qua Abr 12, 2017 11:48 pm por Qahnaarin

» Conquistas do Skyrim na STEAM
Qua Abr 12, 2017 11:46 pm por Qahnaarin

» Dmg Máximo
Qua Fev 15, 2017 1:04 pm por Ancient Mage DOVEZ

» Troco carta na STEAM - Preciso da carta de Talos
Ter Fev 14, 2017 11:49 pm por Qahnaarin

» Apresentação real
Sab Fev 11, 2017 3:09 pm por Qahnaarin

» Quer o status de ADM de volta Rachel?
Ter Fev 07, 2017 10:49 pm por Heisenberg

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Top dos mais postadores
Lady Shadow (1199)
 
Qahnaarin (1034)
 
Matos (808)
 
Heisenberg (377)
 
DinoBlue (375)
 
ADMORAES65 (342)
 
Narrador (266)
 
Sheklon (216)
 
Azazel (200)
 
Ersinoe (173)
 


The Oblivion Crisis(As crises de Oblivion)-Praxis Sarcorum, Historiador Imperial.[Skyrim]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

The Oblivion Crisis(As crises de Oblivion)-Praxis Sarcorum, Historiador Imperial.[Skyrim]

Mensagem por DovahNord em Qui Fev 27, 2014 8:43 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Descrição:
Conta a crise de Oblivion, até a derrocada de Mehrunes Dagon.


O livro:

 No início da Quarta Era , no ano 3E 433, o Imperador Uriel Septim VII foi assassinado e o Amuleto dos Reis foi destruído. Isso colocou em movimento uma cadeia de eventos que levaria a uma destruição de um império e mudaria para sempre a relação entre o homem e os deuses.
 Os assassinos primeiramente atacaram o imperador na White-Gold Tower. Enquanto os Blades os mantinham ocupados, o Imperador se dirigiu para as masmorras, a uma rota de fuga secreta construída em uma das celas. Por razões que só ele conhecia, o Imperador perdoa o prisioneiro de sorte naquela cela. Alguns dizem que o prisioneiro o lembrou de um amigo de infância. Outros dizem que foi um momento de profecia. Seja qual for o caso, o preso veio a desempenhar um papel decisivo na história do Império e Tamriel - certamente um sinal de que os próprios deuses estavam trabalhando.
Os assassinos perseguidores mataram os seguranças Blades em uma série incessante de ataques furtivos. Eventualmente eles derrubaram o próprio Imperador. Antes de ele cair, Uriel Septim VII deu o Amuleto dos Reis para o prisioneiro, que de alguma forma conseguiu sair dos esgotos imperiais para a luz do dia.
Os assassinatos são agora conhecidos por ter sido obra de um grupo de cultuadores Oblivion conhecido como Mythic Dawn. (Aqueles que ainda suspeitão que a Dark Brotherhood foi responsável devem considerar dois fatos: primeiro, eles teriam apenas precisadp de um único assassino, não um pequeno exército deles, em segundo lugar, a Dark Brotherhood nunca seria tão tola a ponto de declarar efetivamente guerra ao Império e assim assegurar a sua destruição completa. Testemunhe o eventual destino do Mythic Dawn.)
O Amuleto dos Reis chegou no Priorado Weynon, perto de Chorrol. Jauffre , Grandmaster secreto dos Blades e chefe do priorado, tomou posse do amuleto. O mensageiro foi enviado para Kvatch para encontrar um padre humilde chamado Martin. Sem o conhecimento até para si mesmo, Martin era filho bastardo de Uriel Septim VII, e o último herdeiro do Trono de Ruby. Somente ele poderia usar o Amuleto dos Reis para acender as Dragonfires que levantaria a barreira entre Tamriel e Oblivion , e salvaria o mundo da trama Mythic Dawn.
O prisioneiro chegou a Kvatch somente para encontrá-lo invadida por Daedras que tinha saído de um portão para Oblivion  recém-aberto, o início da devastação Imperial das Crises de Oblivion. Como o prisioneiro fechou o portão não é lembrado. Uma vez fechado, Martin e os guardas de Kvatch sobreviventes mantiveram os
 Daedras a distância.
Agora conhecido como o herói de Kvatch, o prisioneiro e Martin voltaram ao Priorado Weynon, apenas para encontrar o convento destruído e o Amuleto tomado. Jauffre sobreviveu ao ataque, no entanto, e os três fizeram o seu caminho para Cloud Ruler Temple, bastião dos Blades. Esta fortaleza secreta nas montanhas fora de Bruma é onde Martin foi mantido seguro enquanto o herói de Kvatch procurou o perdido Amuleto.
Sabendo apenas que um grupo misterioso chamado Mythic Dawn estava por trás do assassinato e roubo do Amuleto, o herói de Kvatch foi enviado para localizar o culto. Com a ajuda de Baurus, um Blade ao serviço do Imperador, que de alguma forma usou os Comentários sobre o Mysterium Xarxes , obras esotéricas escritas  pelo louco Mankar Camoran , para encaminhá-los para o covil secreto do Mythic Dawn. Estudiosos familiarizadas com os Comentários reivindicam que o local não é mencionado diretamente neles. Como eles fizeram isso permanece um mistério.
Não existem registros oficiais de como o herói de Kvatch penetrou covil da Mythic Dawn perto do Lago Arrius . Há um conto de bardo que afirma que o herói usou truques e disfarce, mas isso é apenas especulação.O que foi descoberto é que Mankar Camoran estava por trás da Mythic Dawn e que o grupo adorava o príncipe Daedric  Mehrunes Dagon . Mankar Camoran acreditava ser um descendente direto do Ursupador Camoran, o infame pretendente ao trono de Valenwood.
De alguma forma, o herói escapou com o próprio Mysterium Xarxes, o livro sagrado do culto Mythic Dawn. Mankar Camoran fugiu para Oblivion com o Amuleto dos Reis. Com algum esforço e grande risco para a sua sanidade, Martin decifrou o Mysterium Xarxes e pretendia usá-lo para abrir uma porta de entrada para Mankar Camoran, a fim de recuperar o Amuleto dos Reis.
Antes que Martin poderia realizar o ritual para abrir a porta de entrada, Mehrunes Dagon abriu um portão para Oblivion fora de Bruma. O herói de Kvatch e Martin salvaram a cidade entrando no portão e fechando-o antes de uma máquina de cerco Daedric poderia destruir Bruma e Cloud Ruler Temple . Muitas canções e histórias foram feitas desta batalha e não vou reconta-las aqui. O herói de Kvatch foi agora também conhecido como o Salvador da Bruma.
Com a cidade e Cloud Ruler Temple seguros, Martin abriu o portal para o "Paraíso" de Mankar Camoran. Os detalhes do que aconteceu neste lugar não foram registrados. Tudo o que se sabe é que o Salvador da Bruma viajou para este Paraíso, matou Mankar Camoran, e voltou com o Amuleto dos Reis.
Com o amuleto na mão, Martin Septim apresentou-se ao Conselho Ancião para ser coroado imperador de toda Tamriel. Uma vez coroado ele planejava reacender as Dragonfires e selar Tamriel de Oblivion. Em uma última tentativa de detê-lo, Mehrunes Dagon lançou um ataque à Cidade Imperial, abrindo vários portões para Oblivion, dentro da própria capital. Sem coroa, Martin se junta à batalha nas ruas da cidade.
O próprio Mehrunes Dagon deixou Oblivion e entrou em Tamriel, quebrando o pacto. Somente o Dragonfires apagadas permitiu que isso seja possível. Agora que a barreira foi rasgado em pedaços, já era tarde demais para reacender os fogos. Martin Septim escolheu fazer o sacrifício final - ele quebrou o Amuleto dos reis para se tornar o avatar do deus Akatosh e lutar com Mehrunes Dagon.
Registros desta batalha variam muito. O que sabemos é que Mehrunes Dagon foi derrotado e enviado de volta para Oblivion. O avatar de Akatosh foi transformado em pedra e pode ser visto até hoje no Templo do Um na Cidade Imperial. Com o amuleto desaparecido, os Dragonfires saciadas, e o último imperador do Dragonblood morto, a barreira de Oblivion é selada para sempre.

__________________________________________
Peace is a lie, there is only passion.
Through passion, I gain strength.
Through strength, I gain power.
Through power, I gain victory.
Through victory, my chains are broken.
The Force shall free me.
avatar
DovahNord
Milk Drinker

Mensagens : 27
Data de inscrição : 20/02/2014
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oblivion Crisis(As crises de Oblivion)-Praxis Sarcorum, Historiador Imperial.[Skyrim]

Mensagem por DovahNord em Qui Fev 27, 2014 8:44 pm

Mais um livro pronto. Quem quiser pode dar idéias sobre o Próximo livro.

__________________________________________
Peace is a lie, there is only passion.
Through passion, I gain strength.
Through strength, I gain power.
Through power, I gain victory.
Through victory, my chains are broken.
The Force shall free me.
avatar
DovahNord
Milk Drinker

Mensagens : 27
Data de inscrição : 20/02/2014
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum